MENU

(0) Comentários

Hervé Mons

Hervé Mons é um dos “Meilleurs Ouvriers de France” (Melhor Artesão da França) da categoria queijo.

Hervé Mons vem de uma família tradicional de comerciantes de queijos da região de Auvergne, na França, a região do maciço central. Seu pai, Hubert Mons, tinha um pequeno caminhão que coletava queijo de vários pequenos produtores e revendia nos mercados da cidade de Roanne. Nos anos setenta, seu negócio expandiu e seu filho mais velho, Hervé, decidiu viajar para conhecer os grandes queijeiros de Paris. Ele voltou com mais conhecimento para implantar um primeiro ponto de venda no mercado da sua pequena cidade, onde decidiu expandir muito a sua gama de queijos. Hoje em dia, a empresa Mons coleta queijos de 130 produtores que fabricam com leite da própria fazenda, totalizando 190 queijos diferentes. 28 pessoas curam queijos em suas caves, para atender 155 clientes internacionais, pois a família Mons exporta para 19 países.

Hervé alcançou a consagração como Meilleur Ouvrier de France – MOF em 2000. Em 2001, foi criado o centro de formação Opus Caseus Concept, sob responsabilidade de Laurent Mons, que hoje se chama Mons Formation. Os dois foram eleitos “Queijeiros do Ano” pelo guia gastronômico Pudlo France em 2002. Foi essa dupla que criou o primeiro concurso internacional da profissão de queijeiro,  em 2007, o « International Caseus Award». Hervé é conhecido pelas parcerias com boutiques de queijo especializadas nos Estados Unidos, assim como por ter dado consultoria para a concepção de uma série de caves de cura em Vermont.

Em 2015, Hervé e sua equipe bateram o recorde com a maior bandeja de queijos do mundo (video abaixo), uma mesa de 365 queijos – 2,4 toneladas –  bem iluminados sobre uma estrutura de 24,5  m2 sobrepostos em 50 metros lineares de mesa. O recorde foi registrado pelo Guinness Book, mas já foi novamente batido pelo francês Philippe Marchand. Hervé promete uma revanche…

Hoje a Maison Mons coleta queijos artesanais de 130 produtores, exporta para 42 países e tem seu próprio laticínio que transforma leite cru orgânico.

“A cura de queijos é coração do meu trabalho” gosta de afirmar Hervé Mons. A sua última aventura é a reforma de um túnel de queijos para realizar essas alquimias lácteas gustativas… um desbunde.

Assista o video do Túnel de Cura de Queijos de Hervé Mons:

Cura de queijos no Túnel de Collonges from SerTãoBras on Vimeo.

« Back to Glossary Index

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *