MENU

Destaque
Categoria

Queijo canastra do Serjão

Destaque, Produtores-mapa, Queijo

23 de janeiro de 2020

Sérgio de Paula Alves, conhecido como Serjão, é produtor de queijo de vacas da raça Girolando e Jersey cruzada com Holandesa na cidade de Piumhi, na região da Serra Canastra. Um queijo de casca firme, mofo branco e interior macio e cremoso. O mofo aparece naturalmente, faz parte da natureza da sua fazenda, sem acrescentar nenhum fermento do comércio. Isso resulta em notas de champignon branco muito apreciadas pelos consumidores. O queijo pesa em torno de 1 kg.

Mofo branco que coloniza os queijos do Serjão. FOTO: Sérgio de Paula Alves/Acervo Pessoal.

A fabricação do queijo é 100% com leite cru. A maturação é feita no mínimo por 15 dias. As vendas são feitas diretamente ao consumidor, por internet (contactar por telefone ou redes sociais abaixo) ou na loja em Piumhi, MG.

O queijo é prensando manualmente no pano. FOTO: Sérgio de Paula Alves/Acervo Pessoal.

“O queijo foi o jeito de deixar o sonho de ir pra roça viável” disse Serjão.

Foram os avós de Serjão, Álvaro e Antônia, que inspiraram o neto a viver uma vida no campo. Mas ele não achava viável esse caminho profissional. Então primeiro foi estudar fora e trabalhou como corretor de seguros e cursou direito. Somente em 2015 ele se deu conta que a felicidade estava na roça e voltou para a fazenda da família.

Serjão cuida todos os dias da maturação dos queijos. FOTO: Sérgio de Paula Alves/Acervo Pessoal.

“Minha vocação era voltar a trabalhar com gado leiteiro, fazer queijo e tirar meu sustento dessa atividade” disse Serjão.

Queijo de qualidade reconhecida internacionalmente. FOTO: Sérgio de Paula Alves/Acervo Pessoal.

Prêmios

  • Mundial do Queijo de Tours na França em 2019, medalha de bronze com queijo de mofo branco
  • Mundial do Queijo do Brasil em 2019: 2 pratas e 2 bronzes
  • Prêmio Queijo Brasil: ouro no IV e no V, prata no III e V, bronze II, III, IV
As vacas felizes se alimentam exclusivamente de pasto no verão. FOTO: Sérgio de Paula Alves/Acervo Pessoal.

Queijo do Serjão

Contato

  • Vendas pelo telefone ou na loja física em Piumhi. Envio do queijo por correio ou transportadora.
  • Instagram
  • Facebook
  • Telefone: (37) 999567757

Ler artigo

167

Curso de fabricação com o francês Pierre Coulon

Cursos, Destaque, Queijo

21 de janeiro de 2020

O francês Pierre Coulon, conhecido por ter lançado a primeira leiteria urbana em Paris e por ter escrito o livro “Je fais mes fromages – 16 recettes de fromages frais à faire chez soi” (Eu Faço meus queijos – 16 receitas para fazer queijos frescos em casa) estará no Brasil de 21 a 23 de março de 2020 para dar cursos de fabricação na Belafazenda, em Bofete, São Paulo.

Programa

  • Dia 1 – 21 de março
    • Fabricação de dois tipos de iogurte (em estufa ou não, batido ou não) e tipos de compotas de frutas ideais como acompanhamento
    • Fabricação de queijos de coalhada láctica: normal, duplo creme, triplo creme (tipo St Félicien et Brillat-Savarin)
    • Fabricação de coalhada enzimática tipo Tomme de Savoie e de massa prensada crua tipo Reblochon
  • Dia 2 – 22 de março
    • Aromatização dos iogurtes
    • Enformar queijos lácticos com concha ou em saco de pré dessoramento
    • Fabricação de camembert em cura clássica ou com cerveja
    • Fabricação de queijo enzimático tipo vacherin
  • Dia 3 – 23 de março
    • Desenformar queijos lácticos: queijo pré-dessorado, queijo enformado tipo provençal e queijo fresco tipo patê para passar na torrada
    • Fabricação de queijo Halum
    • Fabricação de Labhné duro e mole
  • Horários: de 8 às 17h. Quem quiser acompanhar a ordenha é só chegar a partir das 6h!
  • Turma de 15 alunos no máximo.

Investimento: R$ 2.700. Inscrições aqui.

Ler artigo

Pardinho Artesanal – São Paulo

Destaque, Produtores-mapa, Queijo

29 de dezembro de 2019

Fotos Thomas Baccaro

Do alto dos montes íngremes de Pardinho, a 960 metros de altitude, a Fazenda Bela Vista produz os famosos queijos da gama Pardinho Artesanal, como o mandala e o cuesta. “Após 30 anos de seleção genética da raça Gir, a partir de um rebanho de linhagem indiana, começamos a perceber que os produtos feitos na fazenda (queijos, doce de leite e manteigas) tinham algo diferente em seu sabor. Dessa percepção veio, em 2013, a vontade de fazer queijos especiais, para evidenciar as peculiaridades do leite da raça Gir.”

“Para isso, sabíamos que era preciso buscar o que de melhor estava sendo produzido no mundo. Neste sentido, fizemos um programa de intercâmbio com produtores, técnicos e chefs franceses, buscando a base tecnológica para desenvolvermos nossos queijos, com suas características próprias, impressas pela Cuesta de Pardinho.”

Deste esforço inicial nasceu o queijo Cuesta, primeiro de Pardinho Artesanal e desde então não paramos de criar, sempre com o intuito de desenvolver sabores originais e que imprimam nossa identidade.”

“Logo entendemos que o método artesanal seria fundamental, aliado à maturação em caves subterrâneas, e a utilização das mais rígidas e avançadas técnicas de controle sanitário para viabilizar o uso do leite cru.

O rebanho, com 95 vacas em lactação, produz em média 700 litros/dia (2019).

Pardinho Artesanal faz parte do coletivo Caminho do Queijo Artesanal Paulista.

Prêmios

Cuesta – Ouro no Premio Queijo Brasil (2017)
Cuesta – Super Ouro no Mondial du Fromage em Tours (2019)
Mandala – Prata no Mondial du Fromage em Tours (2019)
Cuesta – Super Ouro no Mundial do Queijo Brasil em Araxá (2019)
CuestAzul – Ouro no Mundial do Queijo Brasil em Araxá (2019)
Mandala – Diamante no Mundial do Queijo Brasil em Araxá (2019)

Localização

Fazenda Bela Vista, na cidade de Pardinho – SP, Fica no alto da Cuesta, a 960m de altitude.

“Cuesta é uma forma de relevo em que colinas e montes têm um declive não simétrico, ou seja, suave de um lado e íngreme do outro. A palavra tem origem no idioma espanhol e significa encosta de uma colina ou monte. Em geologia e geomorfologia, cuesta refere-se especificamente a um cume assimétrico com inclinação longa e suave.”(Wikipedia)

Ler artigo

703

Dois cursos queijeiros em São Roque de Minas

Cursos, Destaque, Queijo

9 de dezembro de 2019

Débora Pereira, mestre queijeira da Guilde Internationale des Fromagers e professora da Escola Mons na França estará em São Roque de Minas em janeiro para ministrar dois cursos profissionais:

  • Análise Sensorial e formação de jurados para concursos de queijos (programa e inscrição) (com degustação e “simulado” de concurso): dia 11 de janeiro. Curso certificado pela Escola Mons.
  • Cura de queijos, nível 1 (programa e inscrição): dia 12 de janeiro
O curso de jurados visa formar um batalhão de experts para o próximo Mundial do Queijo do Brasil. FOTO: Arnaud Sperat Czar/Profession Fromager

Da roça à loja, como fazer esse caminho

Na sexta-feira, dia 10 de janeiro, as 17h haverá uma reunião com produtores de queijo do Núcleo SerTãoBras Canastra, em parceria com a prefeitura de São Roque de Minas. O objetivo é motivar os produtores a saírem da clandestinidade e a começarem a se organizar de forma mais satisfatória para conquistarem novos mercados.

Nessa reunião, a empresária e comerciante de queijos Flávia Rogoski, da loja Bon Vivant, de Curitiba (Paraná) vai dar a palestra “Da roça à loja, como fazer esse caminho“. Ela vai explicar o que pesa na decisão de um cliente para comprar um queijo e dar dicas para melhorar as vendas.

Débora Pereira e Flávia Rogoski são membros da Guilde Internationale des Fromagers.
FOTO: Arnaud Sperat-Czar/Profession Fromager

O Serviço de Inspeção Municipal de São Roque de Minas

“O SIM de São Roque de Minas é uma luz no fim do túnel para nossos 800 pequenos produtores de queijo canastra. É a maneira mais simples de tirar nosso produto premiado da clandestinidade, dando qualidade e agregando valor ao nosso queijo, gerando emprego e gerando qualidade de vida para nossos produtores” disse o prefeito Roldão, de São Roque de Minas.

Roldão, que administra São Roque de Minas entre 2016 e 2020 e motiva a legalização dos produtores pelo SIM. Foto na queijaria do Gilson.

O associativismo na Serra da Canastra

Em outubro de 2019, foi criado o Núcleo SerTãoBras Canastra, em parceria com o Serviço de Inspeção Municipal da Prefeitura, para motivar novos “antigos” produtores a saírem da clandestinidade. Três reuniões já foram realizadas, no intuito de conscientizar os produtores sobre a responsabilidade exigida e os benefícios adquiridos no processo de formalização da produção queijeira. A próxima é dia 10 de janeiro 17h.

A Serra da Canastra é uma das regiões queijeiras que mais se destaca no cenário do queijo nacional. A SerTãoBras começou na Canastra em 2007 e desde sempre somos parceiros da Aprocan, associação pioneira pelo trabalho do queijo artesanal no Brasil. Em parceria, já realizamos cursos passados, com a professora Delphine Gehant da escola Enilbio de Poligny.

Para 2020, serão organizados cursos na escola de tecnologia queijeira de São Roque de Minas, que está sendo construída por iniciativa da Aprocan, com a ajuda Codevasf, da Prefeitura de São Roque de Minas e outros parceiros.

Hospedagem

Sugerimos a Pousada Canastra.

Ler artigo

352

Curso intensivo: panorama geral do queijo artesanal

Cursos, Destaque, Queijo

8 de dezembro de 2019

3 dias de curso de fabricação, cura e gestão de queijaria com Marly Leite na Fazenda Caxambu (Sacramento, Minas Gerais).

Pela primeira vez, a queijaria Senzala abre suas portas para contar o segredo do seu sucesso, com o objetivo de fortalecer a cultura queijeira brasileira.

Durante 3 dias, aproveite para mergulhar na teoria e prática da fabricação e maturação de queijos de massa prensada crua, da produção do leite à gestão de planilhas para assegurar a traçabilidade do queijo a ser comercializado.

Os cursos serão oferecidos na última semana de cada mês, duas turmas por semana. Uma começando na sexta feira 8h da manhã e terminando no domingo 15h e outra começando na segunda feira 8h da manhã e terminando na quarta 15h. Os participantes podem chegar na véspera, se preferirem, sem alteração do custo.

Programa e ficha de inscrição. Para inscrever: enviar a ficha de inscrição preenchida e assinada para [email protected]
O pagamento

O pagamento pode ser feito por transferência bancária para a Associação SerTãoBras:
– Caixa Federal
– Agência 0146
– Operação 003
– Conta corrente 3365-0
– CNPJ 10.246.584/0001-33

Ou você pode pagar pela loja do site (pagamento com cartão possível).

Calendário 2020

Ler artigo

Assembleia Geral da Associação SerTãoBras

Destaque, Para Produtores

5 de dezembro de 2019

EDITAL DE CONVOCAÇÃO DE ASSEMBLÉIA GERAL

SerTãoBras – Associação SerTãoBras

CNPJ 10 246 584 0001-33

Convidamos os senhores sócios para a reunião de assembléia geral extraordinária, que se realizará no dia 10 de janeiro de 2020 na Prefeitura de São Roque de Minas, Praça Alibenides da Costa Faria, 10, São Roque de Minas – MG, 37928-000 às 15 horas em primeira convocação, com a presença dos sócios com direito a voto e em segunda convocação, 1 (uma) hora após, com qualquer número, com a seguinte Ordem do Dia:

a) Apresentar as atividades de 2019 e deliberar sobre o plano do trabalho para o exercício que se inicia em 2020;

b) eleger os administradores e os membros do conselho fiscal;

c) outros assuntos de interesse geral.

Ler artigo