Queijaria Rancho Fundo

O queijo é produzido na linha Sertãozinho, pela Franciele e o Oscar Haselbauer, na pequena cidade de Salgado Filho com população de cerca de 4000 habitantes. Nossa propriedade fica à 19km da cidade, numa área que é no final do munícipio, sem movimento, rodeada pelo rio e cercada por reservas legais.

fotos acervo pessoal

O município de Salgado Filho é conhecido pelo seu relevo, montanhoso, a região em que estamos localizado é diferente de outras áreas da região que não são de tantos vales. A altitude da propriedade varia de 400 a 600 metros.

fotos acervo pessoal

O leite utilizado na produção é somente da propriedade. O rebanho que inicialmente foi pensado para alta produção, hoje está com genética voltada para sanidade e qualidade do leite.

fotos acervo pessoal

Os animais saíram de confinamento e foram para o pasto e hoje só recebem ração formulada na propriedade para complementação da pastagem.

Com a agroindustrialização do leite em queijo, o soro resultante da produção vai para a alimentação dos porcos, que são de raças crioulas e criados em sistema extensivo, em encerras. A partir dessa criação foi possível registrar uma agroindústria de embutidos, onde o objetivo é produzir somente com os animais da propriedade, criados com alimentação de soro, milho, pastagem e restos de vegetais.

fotos acervo pessoal

fotos acervo pessoal

Os queijos produzidos na queijaria são o colonial e colonial ao vinho, ambos receberam o selo ARTE e são queijos produzidos de leite cru, mantendo as características tradicionais do queijo do sudoeste, feitos desde a início da colonização da região, por imigrantes vindos dos estados do Rio Grande do Sul e Santa Catarina, principalmente.

fotos acervo pessoal

Os produtores fazem parte da APROSUD- Associação dos Produtores que Queijo Artesanal do Sudoeste do Paraná, que busca a valorização do queijo artesanal na região.

fotos acervo pessoal

O queijo colonial da Queijaria Rancho Fundo, do município de Salgado Filho, no Sudoeste, é o primeiro produto paranaense a receber o Selo Arte, uma certificação que assegura o processo de produção artesanal e permite a comercialização para todo o território nacional. A certificação foi concedida à produtora Franciele Rechembach Haselbauer pela Agência de Defesa Agropecuária do Paraná (Adapar), por meio da Gerência de Inspeção de Produtos de Origem Animal (Gipoa). (veja a reportagem completando clicando aqui)

Contatos

e-mail: queijoranchofundo@gmail.com

facebook Rancho Fundo

Instagram @ranchofundo.sf

Whatsapp (46) 999846006