Queijo Rosário Mineiro – Microrregião Serro

Itamar Pereira dos Santos e a família são produtores de queijo minas artesanal, Queijo Rosário Mineiro, na fazenda Cana Brava no município de Paulistas, no Vale do Rio Doce, uma cidadezinha com menos de 5 mil habitantes e com sua economia voltada para a agropecuária e a produção de queijos artesanais.

O queijo Rosário Mineiro é feito em uma queijaria que atende a todos os critérios sanitários e de sustentabilidade ambiental. “Nós fabricamos queijos na família há mais de 50 anos ” conta Santusa. A família parou de fabricar por um período curto para construir a estrutura mais moderna, mas sem perder a tradição.

“Somos de família de queijeiros, obcecados por queijos de qualidade. Por isto, o Queijo Rosário Mineiro é único, natural, artesanal e sem conservantes.”

Santusa Pereira Santana

Os queijos maturados na fazenda, são curados por no mínimo 17 dias, antes de ser comercializados.

O rebanho de 79 vacas é alimentado de pasto natural, suplementos e silagem nos períodos mais secos.

Os queijos são vendidos localmente e em 47 pontos de venda distribuídos em 7 municípios da região: São João Evangelista, Canta Galo, Peçanha, Santa Maria do Suaçuí, José Raidan, São Sebastião do Maranhão e Guanhães. Para garantir que o Queijo Rosário Mineiro chegue na mesa de todos que gostam de queijo, enviamos para todo país pelos Correios através das vendas realizadas pelas redes sociais e telefone.

“O Queijo Rosário Mineiro carrega a história familiar da produção e a tradição da Microrregião Serro, já que os queijos produzidos aqui são o 1° Patrimônio Imaterial do Brasil, título concedido pelo IPHAN. “

Santusa Pereira Santana

Contato para vendas

Paulistas foi ponto de passagem de bandeirantes e tropeiros vindos de São Paulo desde o fim do século XVI.

Fotos: Queijo Rosário Mineiro, acervo pessoal.

Leia Mais
França: cresce consumo de queijo em Bordeaux