MENU

(1) Comentário Produtores-mapa, Queijo

Fazenda São Victor – queijo do Marajó

A paixão pelo queijo existe há mais de 200 anos na família de Marcus e Cecília que é bastante tradicional como criadores de búfalos na Ilha de Marajó.

A história da Fazenda São Victor inicia no ano 2000, quando depois de um período estudando agbusiness nos Estados Unidos, Marcus Pinheiro decidiu voltar ao Brasil para iniciar a criação de búfalas leiteiras na fazenda, foi então que Cecília e Marcus Pinheiro começaram a produzir o queijo do Marajó, em 2006.

FOTO: Fernando Sette

Hoje o queijo de Marajó possui certificado artesanal, produzindo em média 70 quilos diários. A qualidade do queijo produzido pela fazenda São Victor repercute nas diversas premiações recebidas, como em 2012 que foi consagrado o melhor queijo do Marajó no III Búfalo Fest, em 2017 Primeiro lugar no XII Encontro nacional de criadores de búfalos e II Marajó búfalos, neste mesmo ano ganhou Medalha de Bronze no III Prêmio Queijo Brasil e em 2018 Super Ouro na quarta edição do Prêmio Queijo Brasil.

O queijo feito por Cecília e Marcus não contém conservantes e é feito 100% com leite de búfala.

FOTO: Fernando Sette

A produção do queijo se inicia normalmente um dia anterior, quando é feita a filtragem e desnate do leite. Se usa em média sete litros de leite de búfala para a fabricação de um quilo de queijo Marajó. Em seguida ele vai para o tanque onde será fermentado. Após esse processo é feito o corte da coalhada e eliminação do soro. Em seguida é medida a acidez para ver se é preciso acrescentar leite à massa que será aquecida, espremida. Nesse momento o queijo adquire consistência e é realçado na cor branco.

Cecília explica sobre as fases finais do processo de produção “elas são cruciais para garantir a qualidade e sabor do queijo. Algumas etapas são efetuadas até que, na fase final, é aplicado o resfriamento para posteriormente, a moagem da massa, que é aquecida de novo, colocado o creme de leite e com o uso de uma colher é agitada até a fusão atingir a consistência desejada. Na sequência, enformamos em recipientes próprios e embalamos à vácuo”, complementa a produtora.

A queijaria fica 8 km do Porto da fazenda. “Na época que o Marajó fica cheio de água e não podemos fazer esse percurso de carro, os queijos são levados de búfalo até o porto. Depois seguem de barquinho para a cidade Soure e de lá seguem em um barco maior para fazer a travessia da baía para a Capital, onde será distribuído. Em média só isso leva 24 horas” explica Cecília.

Atualmente os queijos são vendidos em São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília, Goiás, Santa Catarina e Belém.

Pontos de Vendas:

Galeria do queijo SP
Armazém do Mineiro SP
Mestre queijeiro SP
Os legítimos quitutes de Minas SP
Armazém São Paulo – SP
Sonhos de queijo / Campinas
Imediatto /Campinas
Santo João – em Piracicaba
Na Venda – RJ
Produtos DOC  RJ
Tarsitano produtos de origem -Brasília
Emporio Capital Brasília
Varanda Artesanais Brasília
Ao queijo – Florianópolis
Dom Rico – Goiânia

Uma Resposta para Fazenda São Victor – queijo do Marajó

  1. ANA CRISTINA disse:

    E aqui em Belém onde podemos encontrar o queijo do Marajó da Fazenda São Victor?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *