Capril Rancho das Vertentes

Caprinos da raça Saaen

O Capril Rancho das Vertentes foi criado em setembro de 2014 em Barbacena-MG por Edson da Costa Cardoso, Eloisio Francisco e suas respectivas esposas Sandra Canton Cardoso e Rosangela Canton Francisco, com foco em produção e venda de leite de cabra se beneficiando da altitude e do clima ameno do Campo das Vertentes na Serra da Mantiqueira e sua posição estratégica.

A construção do Capril por opção foi totalmente focada em uma construção rústica utilizando sempre que possível materiais ecologicamente corretos e que pudesse passar conforto aos animais que são tratados no modelo de confinamento.

“Atualmente temos um plantel com mais de 100 animais com controles rígidos para os aspectos zootécnicos e sanitários e com produção superior a 100 litros/dia” explica Edson da Costa Cardoso, um dos sócios do Capril. “Focamos inicialmente em 2014 na entrega de leite in natura para a Caprilat (empresa responsável por produção de leite UHT e leite em pó de cabra com entregas nas maiores redes de supermercado do país)” ele completa.

Filiação à ACCOMIG

Desde o início o Capril se filiou a ACCOMIG (Associação de Criadores de Caprinos e Ovinos de Minas Gerais) trabalhando com animais registrados e de procedência de Criadores reconhecidos dentro da Caprinocultura brasileira.

Em 2015 o capril passou um período de capacitação com cursos de fabricação de queijos realizados na ACCOMIG, oficinas com a Heloisa Collins do Capril do Bosque em Joanópolis-SP e Daniel Martins do Queijo com Prosa e cursos da Universidade Federal de Viçosa. Após o período de capacitação foi iniciado o projeto para construção de um laticínio  focado em uma linha artesanal utilizando somente o leite produzido na propriedade sem adição de produtos químicos ou conservantes onde é controlada a operação desde a ordenha dos animais até a entrega do produto final, toda produção inicial foi degustada por amigos que ajudaram no refinamento dos produtos e definição do portfólio.

Em 2016 foi encerrada a entrega de leite para Caprilat e foi realizada uma parceria com o Sítio Solidão em Miguel Pereira no Rio de Janeiro onde é fornecido leite in natura e em colaboração é trabalhado um tipo de queijo. Foi assinado um convênio com a Embrapa para participação no Controle Leiteiro e do programa Capragene de melhoria genética de Caprinos.

Em 2017, foi dada continuidade ao processo de melhoria com a participação de cursos, viagens internacionais para troca de conhecimento, formação de parcerias e apoio à iniciativas que agreguem valor à produção artesanal.

 “Além das vendas que efetuamos para os nossos amigos no Rio de Janeiro e Minas, vendemos para empórios no Rio, Campinas, Tiradentes e Ouro Preto, iniciamos um trabalho com a Junta Local e participamos de eventos como o Brunch cultural na casa de eventos Lajedo, eventos fechados da Casa Valduga no Rio de Janeiro e com queijos em palestras na Semana de Gastronomia em Tiradentes, Semana da Mesa em SP e no Rio Gastronomia.” (ver lista completa abaixo)

Terruá das Vertentes
Queijo Terruá das Vertentes, leite cru de cabra.

Terruá das Vertentes, feito de leite cru

Um dos destaques do portólio de queijos do Capril é o Terruá das Vertentes. Um queijo produzido artesanalmente com leite cru, utilizando o iogurte de cabra como fermento e com uma cura entre 15 a 30 dias em câmara fria. “Seu sabor suave, delicado e cremoso“, explica Edson.

Névoa das Vertentes

O Névoa das Vertentes possui um moderado e aromático sabor de leveduras. Coberto com carvão vegetal e mofos brancos, o queijo apresenta uma fina e úmida camada. Em processo de maturação, adquire uma casca esbranquiçada e rugosa, com leves indícios de bolores brancos e pretos.

Terruá Faixa de Carvão

Inspirado no Morbier Francês, o queijo possui uma faixa de carvão vegetal com alecrim cortando sua massa. Seu tempo de maturação é de no mínimo 2 meses.

Terruá Imperial

Com uma premiação, o Terruá é uma variação do Terruá das Vertentes, com uma massa compacta e suave sua maturação varia de 3 a 6 meses.

O resgate da tradição mineira com leite cru através do Terruá das Vertentes proporcionou nosso reconhecimento no mercado de produtos tradicionais de qualidade e elogios em eventos de gastronomia“. Edson Cardoso.

Edson espera que o Capril seja incluído no programa do Queijo Minas Artesanal da região das Vertentes, onde atualmente só há políticas para queijos com leite de vaca.

Para complementar, o Capril ganhou um dos prêmios de maior relevância no mercado lácteo nacional na Expolac 2016 promovido pelo Instituto Cândido Tostes na categoria Destaque Especial com um Cheesecake com geléia de morango artesanal.

Contatos:

Site do Capril Rancho da Vertentes – Facebook – Instagram

E-mail: [email protected]

Telefone: +55 32 99151-8489

Lista de pontos venda:

>> Rio de Janeiro

Empório NAVENDA – General Urquiza 67 – Leblon
Empório São Roque – ver site
Junta Local

>> São Paulo

Mestre Queijeiro
R. Simão Álvares, 112 – Pinheiros

>>Tiradentes

Ouro Canastra – Rua Direita, 189 Rampa das Flores – Loja 8 – MG

>> Espirito Santo

Meatropolis
Rua Henrique Moscoso, 256 – Praia da Costa – Vila Velha.

>> Brasília

Tarsitano Sabor de Origem
Asa Norte Comércio Local Norte 412 BL E Loja 68 – Asa Norte
Teta Cheese Bar

Tarsitano Sabor de Origem
Asa Norte Comércio Local Norte 412 BL E Loja 68 – Asa Norte
Teta Cheese Bar
Asa Sul Comércio Local Sul 103 BL B Loja 34 – Loja Sul

>> Belo Horizonte

Roça Capital
Avenida Augusto de Lima 744 – loja 268
Tel.: 31 3789 – 8669

Casa Bonomi
Av. Afonso Pena, 2600 – Funcionários.

>> Bichinho

Mazuma Mineira
Rua São Bento, 300 – MG.

>> Belém

QJO Queijos Artesanais
TV. Dr. Moraes, 584 – Nazaré.

>>Bahia

Oxé de Minas
Av. Juracy Magalhães Júnior, 1624 – box 15 A – Rio Vermelho, Salvador.

>> Florianópolis

Aoqueijo
https://www.instagram.com/aoqueijo/?hl=pt-br

Portfólio de Produtos

1) Terruá das Vertentes (Leite cru com cura entre 15 e 30 dias);
2) Camponês (A versão do Terruá das Vertentes com leite pasteurizado);
3) Névoa das Vertentes ( Inspirado no Crottin Francês)
4) Frescal de Cabra
5) Trufadinho das Vertentes (Frescal recheado com doce de leite ou goiabada)
6) Boursin em conserva (Conserva nas versões: Ervas Finas, Pimenta Rosa e Orégano e Tomate Seco, além do Natural.

7) Boursin tipo Massa (Queijo Fresco, com baixo teor de sal e suaves aromas típicos de leite de cabra.

8) Terruá Imperial (Com maturação de 3 a 6 meses, sua massa é compacta com um sabor suave).Boursin em pasta (Temperos de tomate seco, pinhão, nozes, damasco, ervas finas ou Pimenta rosa e orégano);
9) Terruá Faixa de Carvão
10) Ancestral das Vertentes (Um dos queijos italianos mais conhecidos no mundo. Sua maturação é de pelo menos 1 ano. Feito 100% com leite de cabra)Sabonetes;
11) Hidratantes.

12) Iorgute (Natural, sem adição de açúcar e conservantes. 100% de leite de cabra)

13) Cheesecake (Doce elaborado com Boursin com cobertura de goiabada, doce de leite ou geleia de morango).

14) Bolinhas de Boursin (Bombom recheado com queijo Boursin).

Prêmios

  1. IV Queijo Prêmio Brasil​:
  • Medalha de ouro com o queijo Camponês;
  • Medalha de prata com o queijo Terruá Faixa de Carvão, Terruá        Imperial e Ancestral das Vertentes;
  • Medalha de bronze com o queijo Terruá das Vertentes e Faixa de Carvão Imperial.
  1. Primeiro Campeonato Estadual de MG para queijos de cabra​
  •  Medalha de ouro para o queijo Camponês e bronze para o queijo  Frescal.
  1. III Queijo Prêmio Brasil​:
  • Medalha de ouro e super ouro com o queijo Terruá Faixa de Carvão;
  • Medalha de bronze com o queijo Camponês, Terruá das Vertentes e Terruá Imperial.
  1. Minas Láctea 2017 – Terceiro colocado categoria “Destaque Especial”.
  2. Expolac 2016– Campeão categoria “Destaque Especial”.
  3. Frente da Gastronomia Mineira – Homenagem dos 30 mineiros com maior destaque na gastronomia em 2016.

Leia Mais
Manifesto da Slow Food em defesa do queijo de leite cru