Fazenda Capão Grande, Serra da Canastra

Carlos e Solange são a quarta geração de uma família tradicional de produtores de queijo em São Roque de Minas. O Queijo Canastra que eles produzem tem mais de 150 anos de história. Sua fazenda fica a poucos quilômetros Parque Nacional da Serra da Canastra, o que colabora para o sabor do queijo e sua identidade.

Tradição

Carlos aprendeu a fazer o queijo ainda menino observando o avô. Depois quando seu pai assumiu o manejo da fazenda ele também estava lá ajudando e hoje toda família colabora com a produção.

Árvore de Flamboyant, entrada da fazenda Capão Grande

Premiações

Um queijo tradicional feito tão pertinho da serra e nesse clima de união familiar só poderia acabar em premiações no II Premio Queijos do Brasil:

>> Prata na categoria queijo de massa crua
>> Bronze na categoria maturado de 100 dias no

“ Esse resgate de história é uma coisa que a gente vai fazendo no dia a dia, mas buscando aperfeiçoar, buscando qualidade e sabor para agradar o paladar da pessoas, para levar isso para as pessoa” diz Solange em um vídeo produzido pela APROCAN (Associação dos Produtores de Queijo da Canastra)

Da porteira para fora

Carlos e Solange conseguiram atravessar bem mais as fronteiras de sua fazenda quando começaram a trabalhar com encomendas por correio, hoje eles conseguem comercializar seu produto em todo o país, levando o sabor e a simplicidade da roça para as pessoas da “cidade grande”.

A Fazenda Capão Grande recebe visitantes todos os meses de pessoas interessadas no sabor, na produção e na historia da própria fazenda que chama a atenção pela construção rustica da cede e a pela paisagem do cerrado.

Etiqueta

Recentemente a região da Canastra conquistou mais um instrumento para a proteção de seu patrimônio que é o Queijo Minas Artesanal da Canastra, a etiqueta de caseína. A etiqueta foi desenvolvida para que os consumidores possam ter uma certificação da originalidade do produto em mãos, através do rastreamento do queijo.

Como a mesma só adere a superfície do produto na hora da fabricação, somente os queijos produzidos na fazenda com a Indicação de Procedência “Canastra” receberão a etiqueta.

Para o produtor a etiqueta é a certeza do reconhecimento do seu produto e para o consumidor a segurança de estar levando para casa o legítimo queijo da Canastra.

O código nas etiquetas de Carlos e Solange é o 017 e o rastreamento do queijo pode ser feito pelo site:
http://queijodacanastra.com.br

Contatos:

>> Facebook

>> Instagram

  1. Boa tarde! Estou interessado em negociar queijo minas canastra,aqui na minha cidade de São Gonçalo no Rio de Janeiro,preciso saber qual a quantidade minima.se ele é meia cura e de leite cru.

  2. Boa noite!
    Sou de SP, gostaria de comercializar os queijos da canastra e outros produtos, como salames, pingas, doces, etc..
    Gostaria de saber detalhes, como: Quantidade a ser comprada? tenho que ter empresa? Prazo de entrega? E por qual meio? Ou se tem distribuidora em SP? Enfim, todas as informações necessárias para revenda.

  3. por gentileza preciso urgente dos valores dos queijos canastra para revenda,se tem quantidade minima para compra.tempo de entrega,valor do frete para o endereço;RUA
    LISBOA,306 -GUARULHOS/SAO PAULO – CEP;07084-170.no aguardo e obrigado,lucia

  4. Bom dia, eu procuro algum fornecedor de queijo e polvilho direto de minas, queijo preferência canastra. Preciso de fornecedores para aqui Florianópolis/sc. Obrigada Renata

  5. Fazenda maravilhosa!!! Realmente um lugar especial para se conhecer e comprar o legítimo Queijo Canastra.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia Mais
ALIMENTAÇÃO – Do fast-food à identidade nacional