Mapa libera placa de caseína nos queijos

caseina
Queijos Saint-Nectaire, na França 2016.

 Redação SerTãoBras, 17 de setembro de 2016

Um queijo de marca faz diferença. Significa que usou matéria prima de qualidade, feito com capricho, paixão. E a novidade no Brasil para certificar a origem de um queijo são as etiquetas de caseína, feitas a partir da proteína do leite, grafadas com tinta alimentar, tecnologia que cumpre os requisitos da legislação européia e, desde 8 de setembro de 2016, tiveram seu uso liberado pelo Ministério da Agricultura no Brasil.

Como o queijo é um produto vivo, precisa de cuidados da sua fabricação à sua consumação, e ter um número ou código informatizado (para ser escaneado) permite identificar sua procedência assim como ter um registro de todos os cuidados que o queijo recebeu.

Aplicada sobre o queijo no momento em que ele é colocado na forma, ela se torna uma parte integrante da casca em questão de horas. Na Europa, a maior parte das associações e sindicatos de queijos com denominação de origem controlada utilizam a etiqueta para controlar o volume de produção. Nesse caso, manda fabricar as etiquetas com sua logomarca e números de identificação são as associações. Cada associado recebe da o número de etiquetas conforme o número de queijos que vai fabricar – evitando assim a falsificação.
caseina2
Em outros caso, as etiquetas permitem valorizar o que faz desse queijo um produto diferenciado, por exemplo, o queijo canastra da fazenda X pode levar tanto a etiqueta distribuída pela associação – com um número único para a traçabilidade  – quanto a etiqueta com a logomarca da fazenda produtora. E ainda pode ser usada por profissionais curadores, que pedem aos produtores seus parceiros para já colocarem a etiqueta nos queijos que ele compra para curar, permitindo o acompanhamento da sua evolução. Elas têm também um papel de marketing,

caseina3O QUE É UMA MARCA DE QUEIJO ?

Uma marca de queijo é fabricada a partir de uma folha fina de caseína. O material absorve a umidade só após a aplicação, evitando que se colem umas às outras durante a aplicação. As perfurações favorecem a aderência no queijo.

 

 

 

 

Leia Mais
Terra de Minas mostra produção do queijo artesanal na Serra da Canastra