Rapidinhas da Canastra

Fabricado há mais de 200 anos em Minas Gerais, o queijo da Serra da Canastra recebeu em 2008 o título de patrimônio cultural imaterial brasileiro, concedido pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan).

Segundo o Portal da Serra da Canastra , 80% da produção é vendida em São Paulo, clandestinamente, porque no Brasil é proibido fazer queijo de leite cru.
No entanto, parece que vão todos para a periferia paulista ou para fábricas de pão de queijo, porque nos bairros nobres de São Paulo é difícil encontrar.

Mas ele circula na mídia, como nesta pequena nota da Revista Veja SP:

“Desde 30 de novembro, (o queijo da Serra da Canastra) pode ser encontrado num endereço paulistano, na Vila Madalena, em sanduichinhos, pães de queijo e em fatias. Faz sucesso devido ao sabor forte, um tantinho picante, denso e encorpado — e, claro, por ser novidade.” A matéria só não conta o endereço.
Leia Mais
Queijo D’ALAGOA Bronze na França e Super Ouro no Brasil