Produção de motocars em São Paulo

Modelo de triciclo para passageiros

A Fusco-Motosegura é a primeira empresa a transformar motocicletas em triciclos utilitários, situada no bairro Limão, em São Paulo. São montadas 10 unidades por dia de triciclos 'econômicos e seguros', como gosta de destacar o proprietário, Vladimilson Reis, 32, nascido nos sertões do norte de Minas Gerais. Há uma previsão para 2011 de montagem de 25 unidades por dia.

Em 1995 Vladimilson foi trabalhar em São Paulo na fábrica 'Acústica São Luiz' do engenheiro Silvério Luiz Fusco, conhecido como 'Sr. Fusco', um italiano que tinha o sonho de fabricar uma “moto que não caísse” e se inspirava nos modelos indianos.

À esquerda, sr. Fusco, idealizador do triciclo da Fusco-Motosegura

Foram vários protótipos experimentados para chegar a um triciclo utilitário, que leva água, gás, pet shop, coleta de lixo, distribuição gráfica etc. Para cada modelo, é necessário um processo de homologação pelo Denatran, licenciamento ambiental pelo Ibama e certificação da Inmetro. Veja os modelos.

Modelo de Passageiros

Vladimilson Reis, à direita, proprietário da Fusco Moto-segura

A Fusco-Motosegura possui um modelo para transportar passageiros chamado Triciclo Táxi. Ainda não homologado, pode ser considerado de luxo em comparação aos modelos peruanos. Possui design moderno, fibra de vidro, bancos acolchoados com cinto de segurança e é silencioso. Como os do Peru, ele não tem ré, mas tem bagageiro fechado. Apenas o modelo Torito, da Bajaj, todo fechado em fibra de vivro possui ré.

Vladimilson acredita que o brasileiro teria preconceito contra o triciclo para passageiros como no Peru, que ele considera de baixa qualidade, pois os acessórios são de plástico, são abertos e a cobertura é de lona. Por isso ele criou um modelo mais luxuoso, com objetivo de atender hotéis, transporte interno de pessoas em empresas, turismo e, quem sabe, taxistas. Mas, para ser usado como taxi precisa estar aprovado em legislação municipal.

Outra diferença entre os motocars peruanos e a moto-segura da Fusco é que enquanto o peruano leva três passageiros atrás (e até mais), o paulista só pode levar dois, com limite de carga de 250kg. Isso é uma desvantagem que só favorece ao monopólio das montadoras de automóveis, que não querem concorrer com uma alternativa tão barata como seria um modelo aprovado com três passageiros atrás.

Descentralização da montagem e da assistência

Linha de montagem da Fusco Moto-segura

Metade das peças dos triciclos da Fusco são de fabricação própria e 50 % são terceirizadas, com tendência a aumentar a tercerização, como as grandes montadoras.

Mas Vladimilson afirma que pretende descentralizar mais o processo de montagem, ou seja, levar as peças para serem montadas em outros locais do país, e assim gerar empregos fora do eixo de produção automobilística de São Paulo. A Fusco-Motosegura possui assistência técnica autorizada na Bahia e no Pará, onde os modelos são bem aceitos, segundo Vladimir.

Sertões e Caridade

No Pará, na região de Tucuruí, a Fusco atende a uma cooperativa rural no transporte de produtos de pequenos proprietários de terra até a Transamazônia, por onde eles escoam a produção. No norte de Minas Gerais, no município de Riacho dos Machados, próximo a Jaíba, a Fusco-Motosegura distribui uma vez por ano brinquedos para crianças carentes em parceria com a Pastoral da Criança, na vila Bem-Querer, onde também distribui cestas básicas ocasionalmente, segundo Vladimilson.

 

12 Commentários

  1. 13 de maio de 2010, 19:16

    [...] This post was mentioned on Twitter by SerTãoBras. SerTãoBras said: Novidades SertãoBras: Produção de motocars em S% (http://bit.ly/cfUzQN) http://bit.ly/cfUzQN [...]

  2. Triciclo Pompéo: cheio de pompa | Motocar - TucTuc - Regularização do motocar no Brasil
    23 de julho de 2010, 9:25

    [...] Produção de motocars em São Paulo [...]

  3. 19 de outubro de 2010, 10:03

    gostaria de receber preços por favor

  4. 19 de outubro de 2010, 10:05

    gostaria de saber os preços dos triciculos por favor

  5. admin
    20 de dezembro de 2010, 8:48

    Dos triciclos do Peru, cerca de dois mil dólares. No Brasil, a Fusco Motosegura vende de carga por cerca de 12 mil reais e de passageiros, embora ainda não homologado para venda, sairá por 16 mil reais.

  6. 21 de fevereiro de 2011, 13:42

    alguem sabe qual e a previsão da liberação dessa moto passageiro?

  7. admin
    1 de março de 2011, 16:36

    A liberação depende de liberação do DENATRAN.

  8. clovis
    2 de novembro de 2011, 12:53

    gostaria ver preços e formas de pagamento do triciclo de passageiros

  9. alisson
    4 de novembro de 2011, 11:16

    O preço do motocar pode variar entre R$8.000 e R$18.000 no Brasil, dependendo do local de montagem. Além deste valor, deve-se considerar também as despesas com recolhimento de IPI e II que somam o valor médio de R$1.200,00, e os gastos com o transporte para a cidade de destino, que pode variar. Existem montadoras conhecidas em Patos de Minas (MG), Manaus (AM) e São Paulo (SP).

    Vale lembrar que o CONTRAN, órgão máximo de administração de trânsito, permite apenas o trânsito do motocar para uso pessoal/particular. Para que o motocar possa ser explorado de forma comercial, ou seja, como mototaxi, deve haver uma autorização municipal, o que quer dizer que para ser usado como taxi deve haver uma lei orgânica (lei municipal) ou decreto que autorize o uso do triciclo para este fim. Isso pode variar para cada município.

    Com relação aos preços:
    Em Patos de Minas: Brazcar: http://www.brazcar.com
    Falar com Lissandro: (34) 3823-1940 ou (34) 9975-1011 /Preço médio: R$ 18.900,00

    Em Manaus: http://www.triciclosmotocar.com.br/index.php/noticias
    Falar com Bruno Barreto: (92) 3223-0102 ou (92) 9242-2935 / Preço médio: R$ 8.950,00

    Em São Paulo: Fusco Motosegura: http://www.fuscomotosegura.com.br/
    (11) 3965.2110 / Preço Médio: Entre R$12.000,00 e R$16.000,00

    Espero tê-lo ajudado. Caso precise de algo mais, entre em contato.
    Atenciosamente,
    SerTãoBras

  10. charles
    17 de janeiro de 2012, 19:24

    Ola! estava olhando as fotos dos triciculos, achei muito bom seu trabalho parabens. Gotaria de saber se voce faz ou tem algum projeto para que o piloto tenha um asento mais confortavel que o original de moto. minha nescessidade real é para meu pai que tem uma perna, amputada aproximado na metade do fêmur. aguardo resposta, desde de já obrigado!

  11. alisson
    24 de janeiro de 2012, 1:12

    Olá Charles, obrigado pelo contato. A SerTãoBras é uma ONG que luta pela regularização e popularização do tuk tuk (motokar) como uma forma de transporte mais condizente com a vida sertaneja moderna – inspirados na realidade de países como Peru e Índia, por exemplo. Acreditamos que o veículo pode se tornar uma alternativa de mobilidade para classes menos favorecidas e regiões onde o transporte público não atende, pelo menor preço e maior segurança.

    No entando, ainda não trabalhamos com projetos de produção e montagem do triciclo. Você pode tirar suas dúvidas entrando em contato diretamente com as montadoras. No Brasil, as mais conhecidas estão em Patos de Minas (MG), Manaus (AM) e São Paulo (SP):

    Patos de Minas: Brazcar: http://www.brazcar.com
    Falar com Lissandro: (34) 3823-1940 ou (34) 9975-1011 /Preço médio: R$ 18.900,00

    Manaus: http://www.triciclosmotocar.com.br/index.php/noticias
    Falar com Bruno Barreto: (92) 3223-0102 ou (92) 9242-2935 / Preço médio: R$ 8.950,00

    São Paulo: Fusco Motosegura: http://www.fuscomotosegura.com.br/
    (11) 3965.2110 / Preço Médio: Entre R$12.000,00 e R$16.000,00

    Espero tê-lo ajudado. Caso precise de algo mais, entre em contato.
    Atenciosamente,
    SerTãoBras

  12. jorge márcio tavares rodrigues da silva
    3 de agosto de 2013, 15:57

    boa tarde, gostaria de saber, quanto custa o triciclo vermelho de transportar passageiros vermelho que está na primeira fotografia, para entregar aqui no rio de janeiro, me passe o valor, já com o frete, e todas as descrições, e informações do triciclo, meu e-mail é: jorgemarciotr@gmail.com, grato!!

Deixe um Comentário

Reportagens Relacionadas

Queijo da Serra da Canastra, produto do ano
Polícia apreende mais de uma tonelada de queijo irregular em São Paulo
Queijo: período de maturação satisfatória chega a sete dias, diz pesquisa
Vídeo: o queijo canastra e uso na gastronomia