Curso de formação em Cura de queijos artesanais

Entre 4 e 10 de fevereiro, três cursos voltados para o ensino da cura de queijos artesanais serão realizados em Minas Gerais, nas cidades de São Roque de Minas, Belo Horizonte e Serro. Os cursos serão ministrados por Delphine Geanthe, professora desde 2001 na Escola de Produtos Lácteos EnilBio de Poligny, na França, uma das principais escolas de formação de queijeiros da Europa.

Com carga horária de 16 horas (dois dias) em cada local, a formação vai oferecer um panorama geral dos tipos de cura para cada família de queijo e aprofundar especialmente a cura de queijos de massa semi dura e dura, como os tradicionais de Minas Gerais.

Os organizadores farão uma pré-seleção, onde terão prioridade produtores e maturadores de queijo, pesquisadores, técnicos e fiscais sanitários. A inscrição pode ser feita pelo formulário no final dessa reportagem. Os resultados serão divulgados em janeiro. A realizacão é da SerTãoBras, em parceria com a Aprocan, o Sindicato dos Produtores do Serro e a FAEMG.

AGENDA

>>Dia 4 e 5 de fevereiro em São Roque de Minas, na Serra da Canastra
>>Dia 6 e 7 de fevereiro em Belo Horizonte, na FAEMG
>>Dia 9 e 10 de fevereiro no Serro
INVESTIMENTO : R$638 (16 Horas)

Veja abaixo o programa e finalidade do curso:

Odelphine perfil profissional de Délphine Gehant:
gestão de queijos e de produtores

Desde 2001 como professora no ENILBIO Poligny, Delphine ministra formações contínuas junto a profissionais para dar suporte em tecnologia do leite e queijo, higiene e qualidade agroalimentar e inovação. Já realizou ateliers de produção de queijos de massa mole, frescos, massa cozida e não cozida. A pesquisadora tem especialização em gestão de produção queijeira cotidiana, organização de fabricação, monitoria tecnológica, gestão do sistema de segurança e qualidade e criação de novos queijos.

Ela foi a encarregada do suporte técnico para produtores artesanais de queijos de denominação de origem controlada junto ao Sindicato Interprofissional do queijo Munster artesanal. Trabalhou especificamente na resolução de problemas e intervenções de urgência (microbiológicas e tecnológicas); instalação de procedimentos em transformação e de sistemas de segurança e qualidade; referenciamento de técnicas de fabricação de queijos artesanais e interpretação de resultados de autocontrole em leite e queijos.

FICHA DE INSCRIÇÃO

Realização:

Logo_SerTaoBras_540x88px

 

aprocan

sindiserro

faemgcaseine_matec

Artigos relacionados

Tese de Bibi Cintrão: os desafios da legalização dos queijos de leite cru.

Tese de Bibi Cintrão: os desafios da legalização dos queijos de leite cru.

Leitura recomenda para todos os interessados em compreender o que está por trás das regulações sanitárias e sua relação com a produção de queijos artesanais...

Curso: gestão de lojas de queijo em São Paulo

Curso: gestão de lojas de queijo em São Paulo

A SerTãoBras promove uma formação com Hervé Mons e Débora Pereira para gestão de lojas especializadas em queijo.

Queijo coalho “Rosa do Sertão”: feito de leite de vaca zebu

Queijo coalho "Rosa do Sertão": feito de leite de vaca zebu

«O Sítio Rio Negro preza por uma produção sustentável, por isso escolhemos criar o gado Gir Leiteiro», explica Michaela Demétrio. A propriedade é localizada na Serra do Maciço de Baturité, na cidade de Guaramiranga, estado do Ceará. Nada é desperdiçado, tudo reciclado para produção mínima de...

10 Comentários

  1. marianahumenhuck 14 de Março de 2017

    Bom dia Henrique,em breve estaremos publicando uma nova lista para cursos!

  2. Henrique 13 de Março de 2017

    Gostaria de fazer este curso, quando terá nova turma?
    Grato.
    Henrique Campos

  3. marilia 18 de Fevereiro de 2017

    Quando tera este curso novamente?

  4. Evelyn Golin 12 de Fevereiro de 2017

    quero saber se existe a possibilidade de vcs fazerem uma palestra sobre a fabricação de queijo e a sua sanidade aqui na faculdade de medicina veterinária em sorocaba

  5. ROMUALDO VIEGAS FIUZA 30 de Janeiro de 2017

    Sou produtor rural e gostaria de maiores conhecimentos sobre os sistemas de maturação .

  6. Gui Hackner 20 de Janeiro de 2017

    Somos produtores de leite Jersey em nossa propriedade e queremos fabricar queijo artesanal

  7. Deiverson 28 de dezembro de 2016

    Tenho uma propriedade em Quissamam RJ e quero aprender as técnicas para produzir e comercialização

  8. Newton de Alencar 16 de dezembro de 2016

    Desejo fazer o curso, pois ministro curso de produção de queijos e o assunto é de grande importância na atividade.

  9. Newton de Alencar 16 de dezembro de 2016

    Professor Instrutor do Senarminas de produtos lácteos e de BPF

  10. Joselito Gonçalves Batista 13 de dezembro de 2016

    Gostaria de participar deste curso para aprimorar a técnica de cura/maturação do queijo minas artesanal produzido em minha propriedade. Somos produtores de queijo no sistema de agricultura familiar com dap, nosso queijo é orgânico.

Deixe um comentário